segunda-feira, 15 de janeiro de 2007

Salazar e Cunhal



Os Maiores Portugueses de Sempre. Salazar e Cunhal encontram-se entre os dez mais votados, ao lado de gente muitíssimo ilustre (Camões, Gama, D.João II, D.Henrique, Pessoa, etc). O voto do povo [e dos fiéis do PCP] é soberano, mas dá-me vontade de rir – aliás, de chorar – ver duas das figuras que mais contribuiram para a ruína de Portugal nestas andanças. Salazar, tiranete «soft» falho de grandeza e visão, atrasou este país pelo menos três décadas. Cunhal, lacaio fiel e obediente do Partido Comunista Soviético (para usar a terminologia dele), fez o que pôde para instalar neste país uma ditadura estalinista. A História diz-nos qual é o lugar deles.

Barão de Lacerda

2 comentários:

Carlos J. Brito disse...

Cunhácula: homem tenebroso, lacaio de Brejnev, traidor à pátria...

Manuel Pinto Lemos disse...

Caro Barão
Não concordo com a sua apreciação sobre Salazar e Cunhal: é excessivamente generoso.

M.P.L