terça-feira, 23 de janeiro de 2007

A boa missão do Mar na Caparica



O Mar avança imparável pela Costa de Caparica. É um direito que lhe assiste: o Mar quer recuperar o terreno que foi seu e restabelecer, talvez por uns tempos, a zona de rebentação nas faldas da arriba fóssil. Julgo que a intenção do Mar, lá no fundo, é varrer toda a porcaria que foi construída num dos trechos mais belos de toda a costa portuguesa – aquele que vai da Caparica ao Meco. Falo dos mamarrachos e das abomináveis casas clandestinas sem esquecer os horrendos parques de campismo. Se a intenção do Mar é limpar a quinquilharia toda e proporcionar-nos a possibilidade de reconstruirmos tudo do zero – em bom–, então o Mar está de parabéns: é uma boa missão. Relativamente os donos dos «chalets» de tijolo e aluminio e aos utentes dos parques de campismo: que se fodam. Alguém tem de pagar.

Barão de Lacerda

1 comentário:

josé povinho disse...

Vê-se mesmo que não moras na margem sul barão. Vê lá se um dia destes o mar não te fode as propriedades