sexta-feira, 27 de janeiro de 2006

Prata no Festival de Patinagem Erotística










Escreve-nos o correspondente na República Federal da Alemanha, Corrécio Barata Gonzaga, noticiando a medalha de prata alcançada pela parelha portuguesa Tânia Fagundes-César Casimiro no VII Festival Internacional de Patinagem Erotística, que decorreu no pavilhão Heinrich Himmler, em Mannhein, de 20 a 26 do presente. A dupla portuguesa interpretou uma coreografia ousada -- «variações sobre a videoteca de um arquitecto» («das taveirische videodrome trauma», em alemão), com partitura musical especialmente composta pelo maestro Victorino de Almeida. Tânia e César deixaram a assistência rendida mas o júri entregou o 1.º lugar à parelha suiça Pfizer-Schneider. «A Tânia estava maravilhosa e merecia o ouro. O César está destroçado. Eu também não me conformo», disse à Reuters Félix Feriado, treinador do casal e responsável pela coreografia.

Dr. Bayard, com telegrama de Corrécio Barata Gonzaga

7 comentários:

Anónimo disse...

A Tânia tem qualquer coisa de fora

Anónimo disse...

é um dedinho do taveira. aguentaaaaa

Luís Graça disse...

Quem não se lembra da Katarina Witt, que até tinha as suas sessões de sexo cronometradas e espiadas pela "secreta" da ex-RDA?

Anónimo disse...

Com Taveiradas as coisas normalmente correm para trás...

arq. Taveira disse...

Meus senhore anonymous, falar em meu nome é coisa de falta de inducação, óquei?

bructa verita disse...

Que me lembre dos vídeos, o senhor arquitecto só pronuncia bem três frases: «aguenta», «todinho lá dentro» e «que fábula».

Anónimo disse...

Corrécio Barata Gonzaga?!? Caralho de nome!!!