quinta-feira, 19 de janeiro de 2006

A filha de Mussolini




Esta é para cinéfilos. Ontem vi a 2.ª parte do telefilme sobre o Duce [Mussolini] e a filha dele, Alessandra Martines, que por acaso é casada com o pífio cineasta francês Claude Lelouch. Bom. É um facto indiscutível que o Duce mandou fuzilar o genro em 1945, mas a verdade é que este sobreviveu à execução porque continua a filmar. A mentira do telefilme é tão fácil de desmontar!: eu próprio encontrei há um par de anos o casal Lelouch-Alessandra Martines Mussolini num evento em Magny-Cours (centro de França) e o homem não tinha nada aspecto de ter sido baleado. Quanto à Martines Mussolini, não ficou exilada na Suíça com a filharada, como é sugerido. Foi para França, fez-se actriz e apareceu em várias fitas do marido, algumas vezes nua. Nada de surpreendente: o próprio Mussolini sabia que qualquer actriz num filme francês tira a roupa com uma facilidade espantosa. C’est tout. Ora isto leva-nos inevitavelmente ao cineasta polonês [como dizem os brasileiros] Roman Polanksi, que não privou com Mussolini mas com os aliados germânios deste.

Camillo Alves

2 comentários:

Cinéfilo de Braga disse...

Cinéfilo!!!
O Camillo sabia que a Alessandra Martines é italiana? Nasceu em Roma!
Continuem, estou a gostar do vosso estilo.

Anti-Matrix disse...

As actrizes francesas tiram a roupa com facilidade, mas olhe que as portuguesas não lhes ficam muito atrás... veja a Soraia no Crime do Padre Amaro e depois diga coisas