sexta-feira, 29 de dezembro de 2006

Aposto cinco mil contos



A lampiona Leonor Pinhão conta hoje uma coisa com muita graça na «Bola». Diz ela [contaram-lhe] que a melhor maneira de subornar um árbitro e dar baile é como fazia um certo dirigente que, antes dos jogos, dizia assim ao árbitro:
- Aposto 5 mil contos consigo em como a minha equipa perde.
Bem visto. Quantos e quantas apostas assim terá perdido o Jorge?

Camillo Alves

1 comentário:

Filipe G. disse...

Caro Camillo
Tudo isto é muito bonito mas demasiasdo "tuga" para meu gosto. Esta, doentinha do SLB, o Manha, o Bonzinho, o Rui Santos, o Serpa, essa corja da jornaleiragem ( não esquecendo o tripeiro MSTavares) agora que o Pinto da Costa está entalado, vem e conta histórias e diz que sempre denunciou a pouca (nenhuma) vergonha que é o futebol português. da corrupção, ás glpadas em contratos ou em qualquer outra situação.Tem piada, mas não me lembro destas denúncias, tirando o "caso Paula". A relembrar:
Eduardo Miragaia abriu a boca e contou que havia putedo, e houve em sentido lato - bateram na puta a soldo e tudo -, no hotel onde estagiava a selecção. Aquilo estava cheio de jornalistas que assistiram a algumas cenas e o que o Miragaia contou só peca por defeito. Que fizeram os jornais? Calaram a coisa e meteram o rabo ou outra coisa entre as pernas.
Exemplos de porcaria? Tantos que enchiam "A Bola" e "O Record".
E a Pinhão que se deixe de merdas que o clube dela também tem culpas no cartório. E não poucas...