quinta-feira, 1 de fevereiro de 2007

O Manuel Pinho zurrou (2)


O Manuel Pinho tem sido cliente habitual de "O Restaurador" e faço notar que temos estado atentos aos dislates do jumento mesmo que, caridosamente, evitemos chamar a atenção para as figuras de pateta que o "Arenque" insiste em fazer. Mas desta feita até o bom Lacerda, enganado pelos "media", se mostra chocado com o asnático ministro (ver post "O Pinho falou") e, assim, cumpre-me por elementar justiça e em rápida pincelada, relatar, contextualizando, o que se passou na longínqua e exótica China em mais uma passeata paga por nós.

«Portugal é um país competitivo em termos de custos salariais. Os custos salariais são mais baixos do que a média dos países da União Europeia e a pressão para a sua subida é muito menor do que nos países do alargamento», declarou o ministro na abertura do Fórum de Cooperação Empresarial Portugal China 2007, em Pequim.
Ora, isto foi o que veio a lume em mais uma elaborada perfídia jornalística quando, na verdade, a história é a seguinte:

Tring Pau Kim, empresário chinês, membro da Confraria dos Pauzinhos - associação irmã do Círculo Eça de Queiroz-, provocou o nosso ministro de forma soez e rasteira:
"Ó Pinho, você quel vel o que é tlabalhal com salálios leduzidos? China bom lugal: somos plimeilos do mundo na modalidade: 17 holas de tlabalho diálio pol uma malga de aloz. Blanco Ó Pinho, blanco! E se lefilam, záz, cabeça fola!"

O nosso Pinho, versão pobrezinha mas honrada de Fernão Mendes Pinto, não se ficou e atirou-lhe, criativo e impostor, á amarela fuça:

- Vá-se lixar, seu chino de merda. Aqui é uma porcaria de uma malga de arroz? Pois nós temos os salários dos mais baixos da Europa para enervar o germano e mesmo o hispânico mas, depois, damos vários subsídios ao suposto explorado. Por exemplo, um casal com um filho tem direito mensalmente a 2Kg de farinha Branca de Neve, 500g de chouriço e 3 kg de carne para assar. Se a tudo isto juntarmos uma bilha de gás Cidla, já ficas a saber da qualidade de vida do assalariado médio em Portugal. Se o homem da casa tiver uma amante ou fumar como eu tem direito a um vale de 23€ a descontar junto do Armando Vara, na CGD. Que tal ó chino? Vai bem assim?
Quanto á falta de capacidade de negociação dos sindicatos para aumentar os salários, que isso não vos preocupe, pois temos os chefes das quadrilhas bem pagos para não levantarem muito cabelo. Já viste ó chino como é? Assim não há Tianamenes e execuções a toda a hora. Ao mesmo tempo, com certo cinismo, fingimos que tudo está mal - para teres uma idéia, não troco de Jaguar faz uns dois anos... - e continuamos a engatar o europeu por mais uns tempos. Sempre vem mais algum e, assim, sobra taco do orçamento geral do Estado p'ra estafarmos em merdas destas.

O chino, aturdido, meteu a viola no saco e ficou a tirar macacos do nariz enquanto pensava que mais valia ficar calado quando se tem pela frente gajos com a categoria do Pinho.

Bem hajas ó Pinho que tão alto levantas o nome de Portugal sempre que escancarras a bocarra!

Ex toto corde
O Preto da Casa Africana

4 comentários:

Dom Teodósio disse...

Caro Preto da Casa Africana

Será verdade que o homem tem uma mini-adega particular nas instalações do Ministério?
Será verdade que o homem, num jantar de aniversário de um amigo (num restaurante fino da capital, ali para São Bento), deitou abaixo, sem assistência, garrafa e meia de Tapada de Coelheiros?
Será verdade que o bafo do homem, a seguir ao almoço, lembra a sala de prova da quinta do esporão?

O Restaurador Olex disse...

Caro Dom Teodósio

Isso de segredos de confessionário é com o meu camarada de armas, o Padre Américo. Mas sempre adianto que pode ser, pode ser...
A garrafa de Tapada era reserva? De 96?
Xi patrão... A confirmar-se temos homem!

Ex toto corde
O Preto da Casa Africana

ps.: o Dom Teodósio é, por acaso, aparentado com as caves do mesmo nome?

Dom Teodósio disse...

Caro Preto da Casa Africana

Não sou não senhor, mas olhe que não me importava. É que sofro da garganta como o ministro (tenho-a sempre seca) e a reforma é curta para tratar da maleita com pomada de alto gabarito.

Anónimo disse...

Além de sofrer da garganta, mal que, pelos vistos, afecta um milhão de portugueses - se atentarmos na célebre frase do saudoso condottiere, que produzir vinho era dar de ... - detecta-se um tique beto-maniento que lhe dá aquele tom irritante de uma oitava acima....

Johnny the Fox