quinta-feira, 29 de dezembro de 2005

Os homens nao se medem aos palmos




A Ilha da Fantasia foi um dos mais belos seriados tel-visivos que animaram as tardes de final de semana inglesa no nosso cantinho à beira-mar plantado. Ricardo Montalban, canastrão sofrível e esse gigante do mundo do espectáculo, o anãozinho Hervé de Villechaize (nome verdadeiro, claro) animavam, em tropelias e aventuras várias mas onde tudo acabava em bem, ao gosto americano - onde tem sempre de existir um vencedor e um vencido (empates not allowed!) - uma horita e pico entre uma masturbação ou uma martelada na namorada, enquanto a tia Lurdes se deliciava com a souplesse do senhor Rourke, Ricardo Montalban (felizmente já falecido) e as tropelias do prodigioso, o enorme senhor Tatoo (o midget de Villechaize, também e felizmente, já falecido). Enquanto o episódio durasse e a titi se fosse rindo e vendo o desembaraço com que Tatoo se safava de apertos, a Rute (ou a Nini) ia sendo apertadas nas carnes mais baixas e em surdina. A gosto dela, também, claro, pois it takes two to tango...
Um abraço fraterno e triplice do vosso
Professor Lesaguy Rakkar

6 comentários:

007 disse...

Tudo o que é pequenino é engraçado. O alhaço do anão não foge á regra. Obrigado por me fazer recordar tão grande artista.

Rute E. Vasques disse...

Eu e o meu esfíncter têm saudades desses tempos cu-riosos...

Filipe Melo disse...

este gajo é igual ao toy

Anónimo disse...

The Plane... The Plane... um clássico que vale a pena recordar onde o bem vence sempre o mal, representado numa ambição desmedida em atingir "o sonho" a qualquer custo. Enfim, uma fábula americana pois então.

O Pavão

Luís Graça disse...

Mau!
Mais um blog interessante?
Não pode ser! Já passo imenso tempo nestas vidas.
O comentário, sem mais delongas: "entre uma masturbação e uma martelada na namorada?".
O que se passa? Tentativa de diminuir o nível de sémen, de molde a "durar mais" com a namorada? Pura voracidade?

Luís Graça disse...

O mundo (da blogosfera) é tão pequeno como o outro. Estava na dúvida sobre quem seria o Filipe Melo. O meu amigo do jazz? O antigo voleibolista do CDUL?
Nenhum deles?
Cliquei em filipe melo e já me esclareci.
É o monstruoso pianista do terror tondelense!
I'll see you...nestes blogs.