quarta-feira, 28 de dezembro de 2005

Guinness ou morte!


Sabendo-se que a actual e estólida alma lusa prima por humilhar outros povos, porventura mais interessados em perder valioso tempo e energia em realizações mais edificantes, e que, para isso, nada como figurar no "Guinness - Grande Livro dos Recordes" para "lhes" mostrar a boa e forte cepa de que somos feitos com algumas das idéias mais extraordinárias que imaginar se possam, aqui fica um atestado que prova não ser só no nosso cantinho que a palermice abunda e que serve de alerta para o nosso povo adormecido. Vamos a "eles"! Guinness ou morte!
Ex toto corde
Tawny de Mattos

3 comentários:

Kristhine F. Llora disse...

Não é justo, meninos. Só eu, uma jornalista encartada, tenho em torno do olho do ânus, uma farta pentelhêra que dá pra fazer uma trança à viking. Perguntem ao Tiago se é ou não verdade...

Enapá2005 disse...

Rapem-lhe o bigode, despenteiem o gajo, não lhe dêem banho e é o Manuel João Vieira, artista pop, pintor de 3ªcategoria e candidato à presidência da república. Lá nisso não destoa: é só merda!

Luís Graça disse...

Tenho alguns pelos nos ouvidos, mas não dá para entrar no Guiness. Prefiro fazer a Guiness entrar em mim. Sem desprimor para Tawny, embora seja mais do Sandeman Partners.