domingo, 8 de outubro de 2006

Sic transit, gloria Carnaxide


Para comemorar os seus 14 anos de tele-lixarada, a SIC resolveu fazer uma manifestação como se não via desde o 1º de Maio de 74. Vai daí, para entreter o pagode, mandou o Sr. Presidente da Câmara Municipal de Lisboa fechar a Av. da Liberdade e lá se fez a pirosa passeata.

Ele era a Fátima Lopes, que já não é a boazona que o Rangel fez estrela de TV, ele eram trastes como a Ferro Rodrigues e a sua cara de sopeira, a trinca-espinhas espenifrada Ana Marques ou o mastodonte brasileiro Heloísa Miranda, entre muitas vedetas do pequeno ecrã. Isto enquanto Tatiana Castelo Branco (Romanova de solteira) ia deitada, meneando-se indecorosamente para tão educada senhora, em cima de uma jaula com um leão lá dentro. O pobre animal ia abrindo a terrível bocarra não para comer essa merda de rabicholeta que para aí anda como o público chegou a temer, mas de tédio...
Agora uma dúvida:
Quanto pagou o Balsemão á CML para fechar a Avenida? E ao menos o dinheirinho servirá para mandar lavar as ruas da suja capital? Ou, pelo menos, dar uma varridela nos passeios? E quem paga o transtorno ( e a gasolina) do cidadão que perde tempo em engarrafamentos e em voltas desnecessárias porque a CML dá luz verde a macacadas deste género?
Talvez o espertalhão Sá Fernandes elucide o cidadão em mais uma das suas intervenções recreativas...

Ex toto corde
O Preto da Casa Africana

1 comentário:

sofia r. disse...

Tatiana Romanova?