terça-feira, 16 de maio de 2006

Palavras leva-as o vento...



Como a vergonha não abunda, Pina Moura, ex-comuna e conhecido joguete do Rei de Espanha, ameaçou que a Iberdrola vai arranjar 500 postos de trabalho, se (quando) ganhar o concurso para não sei quê da energia eólica. Não esquecer que o tratante, ex-ministro da Economia e deputado de portugal é presidente da Iberdrola cá pró cantinho...
Em resposta, o Pinho, tipo que não ficará conhecido para a posteridade por ser diligente e capaz, foi dizendo "que não e que isso é que vamos ver e que se o malandro do Pina prometeu isso, que o mesmo isso é um problema dele e que fazia como o Pilatos e lavava já ali as ascorosas patas!" Veremos.
Avisado, o Pinho faz como o gato escaldado que da água fria tem medo: da última vez, e sem estudar a ponta dum corno do dossier, foi na conversa do Patrick do nuclear lá com a treta da refinaria de Sines e espalhou-se como se estivesse cheio de copos para, no fim e sem pejo, chamar aldrabão ao velho Pat. Não querendo repetir a palhaçada, desta feita apressou-se sim mas a dizer não.

Tudo isto vi eu na TV aquando da primeira esburacadela perto de Pombal para guardar reservas de gás natural que chegam para abastecer o País durante 20 dias. Só esperamos que as enormes cavernas se não lembrem de mandar tudo pelos ares, incluindo o famigerado Pinho que a única coisa que sabe fazer é fumar...
Seja como fôr, a tola do gebo da Economia é como este texto: uma baralhada!

Ex toto corde
O Preto da Casa Africana

1 comentário:

Isabelinha disse...

O macaco é mais bonito que o Pinho. Livra!